WhatsApp
(11) 987-135-444

29 de dezembro de 2014

O que Diego Mainardi deveria aprender com FHC


por Sylvio Micelli

Domingo à noite. Minha mulher zapeia a TV, enquanto eu detono o resto de frango assado do almoço de domingo. Não olho para a TV. Mas reconheço a voz.

Minha mulher tinha colocado no programa Manhattan Connection, transmitido pelo canal Globo News. Confesso que não é um programa habitual aqui em casa, até porque nós não concordamos com a imensa maioria das opiniões ali postas, para não dizer, em sua totalidade. Mas o entrevistado era o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e, noblesse oblige, fomos ouvir o que ele havia de dizer. Não fui eleitor de FHC em nenhuma de suas campanhas mas, como sempre digo, respeito a democracia e o resultado que ela determina.

Nos poucos minutos que vi, até porque não tenho muito mais paciência para determinadas coisas, pude observar o histriônico Diego Mainardi com sua enfadonha e contínua perseguição ao Partido dos Trabalhadores e aos seus membros. Veja bem. Não estou dizendo que o PT não tenha erros. Infelizmente, os tem. E muitos. Mas Mainardi trata como algo pessoal.

Vamos a alguma pérolas. "Presidente (sic). O que o senhor acha que deveria acontecer após o escândalo da Petrobras? Deveriam entrar com o pedido de impeachment do próximo mandato da presidente Dilma, deveriam cassar (ou seria caçar) o registro do PT ou deveriam colocar Lula na cadeia?" Proferiu isso em meio a risadas torpes. Próprias de quem quer ver o circo pegar fogo, sem estar nele (o "colunista" ? atualmente mora na Itália) e que denotam que o referido senhor tem sérios problemas, além de sua própria conduta.

FHC, político experiente e mais que polido, deixou sua opinião clara e que o senhor Mainardi deveria rever várias vezes para ver se aprende alguma coisa. Mas não creio que vá adiantar. Como expus, o "colunista" ? é raivoso, rancoroso e quer que tudo se exploda.

Resumidamente, o que disse o ex-presidente: "Mainardi, assim você me deixa numa situação... Veja bem. Eu torço para que não haja nenhum envolvimento pessoal da presidente na questão da Petrobras, até porque na presidência, você não acompanha o dia a dia das estatais. Isso seria ruim para todos. Também não acho que é questão de cassar o registro do PT. É um partido importante, que tem representativadade, que é ligado muito aos movimentos sociais. O que pode ser que deve acontecer é ele (o PT) se regenerar. Devemos respeitar o resultado eleitoral. A presidente Dilma tem a vitória na mão. Talvez não tenha um respaldo maior das urnas, por todas as questões que envolveram as eleições, mas torço para que tudo dê certo".

Claro que FHC foi político e que um eventual impeachment ou qualquer coisa do gênero poderia, ao menos em tese, beneficiar seu partido. Mas ele soube expor de forma tranquila, que devemos respeitar a determinação das urnas e que todos se regenerem.

Uns, certamente, jamais irão conseguir.

1 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)