WhatsApp
(11) 987-135-444

14 de maio de 2014

Antes da Copa do Mundo, Corinthians mandará dois jogos no Canindé

Reprodução do Site Meu Timão
por Sylvio Micelli

No próximo domingo (18) há a inauguração oficial da Arena Corinthians. O Timão recebe o Figueirense, às 16 horas pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Este, porém, será o único compromisso do clube na casa nova, antes da Copa do Mundo.

No próximo dia 20, o clube deverá entregar o estádio para a Fifa, para a realização do maior evento esportivo do mundo.

Antes da parada do Brasileirão, porém, o Corinthians tem dois jogos em casa, contra o Atlético Paranaense (21) e Cruzeiro (28). As duas partidas serão realizadas no estádio do Canindé. Além dos dois jogos em casa, o Timão enfrenta o Sport na Ilha do Retiro (25) e o Botafogo (1º) em local a ser definido.


Um jogo histórico no Canindé

Wladimir e seu gol mais bonito na carreira - Reprodução
Em 9 de fevereiro de 1983, em plena época da Democracia Corinthiana, o Timão escreveu uma de suas páginas mais importantes na história. Aplicou a maior goleada da história dos campeonatos brasileiros. A vítima foi o Tiradentes do Piauí. O resultado foi 10 a 1 e, curiosamente, de virada.

Dez dias antes, jogando em Teresina, o Corinthians havia perdido do mesmo time por 2 a 1.

No Canindé, Sabará, de pênalti, abriu o placar para os piauienses aos 18 minutos. Sócrates, também de pênalti, empatou aos 24. Depois virou festa. Sócrates marcaria mais dois gols no primeiro tempo. Biro-Biro e Paulo Egídio fariam o 5 a 1.

Na base do vira 5, acaba 10, Ataliba, Wladimir num golaço de bicicleta, Paulo Egídio, Sócrates de pênalti e Vidotti determinaram os 10 a 1 e fizeram história.

Vamos conferir a ficha técnica e a narração do inesquecível Luiz Gonzaga Noriega.



Reprodução

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 10 X 1 TIRADENTES (PI)

Campeonato Brasileiro de 1983
Local: Estádio do Canindé - São Paulo (SP)
Data: 09/02/1983

Árbitro: Aristóteles Cantalice (PE)
Público: 17.821
Renda: Cr$ 10.656.000,00

Gols: Sabará (pênalti, 18 – 1°), Sócrates (pênalti, 24 – 1°), Sócrates (31 – 1°), Biro-Biro (37 – 1°), Sócrates (42 – 1°), Paulo Egídio (44 – 1°), Ataliba (4 – 2º), Wladimir (8 – 2°), Paulo Egídio (17 – 2°), Sócrates (pênalti, 33 – 2°) e Vidotti (42 – 2°)

CORINTHIANS: Solito; Alfinete, Mauro, Wladimir e Daniel Gonzalez; Sócrates, Paulinho, Biro-Biro, Zenon (Eduardo Amorim); Ataliba (Vidotti), Paulo Egídio
Técnico: Mário Travaglini

TIRADENTES: Neto; Vágner, Baiano, Zezé, Geová; Sabará, Durval, Hélio Rocha, Etevaldo; Luís Sérgio, Joniel, Zuega, Valdinar
Técnico: Alberino de Paula


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)