WhatsApp
(11) 987-135-444

13 de novembro de 2013

Sobre Corinthians 1, Fluminense 0

por Sylvio Micelli

Amigos perguntam-me sobre o jogo. Nem vi. Fiquei jogando PS3 com meu filho. Otimizei o tempo. Mas tudo bem. Depois vi o compacto.

Vamos por partes:

1. Do fim para o começo. Foi pênalti sobre Alexandre Pato. Precisa parar com esta mania besta de que pênalti para o Corinthians só mediante fratura exposta ou triplo homicídio qualificado dentro da área.

2. Pato converteu. Fez bem a ele. Deveria estar carregando o peso de 35 milhões de pessoas sobre as costas. Fez bem para nós. Claro que são pênaltis e situações diferentes daquela de duas semanas, mas a vitória praticamente zera qualquer possibilidade matemática de rebaixamento. O site Chance de Gol diz que é "quase 0%" a probabilidade de queda corinthiana que, sinceramente, nunca acreditei, mas que andou rondando o trajeto entre o velho Parque São Jorge e a nova Arena Corinthians.

3. O jogo (jogo?) trouxe o de sempre. Ou seja, nada. O Corinthians teve, além do pênalti, duas chances claras com Douglas e Renato Augusto e o Fluminense, que deve ser rebaixado com Luxemburgo e tudo, nem isso teve.

4. O mesmo Chance de Gol informa que temos 0,1% de possibilidade de ficar no G-4 e ganhar uma vaga na Libertadores. Para que isso ocorra precisamos vencer os cinco jogos que restam (Coritiba, Vasco, Flamengo, Internacional e Náutico) e torcer para improváveis combinações de resultados. Ou seja, pragmaticamente, nem seremos rebaixados, nem seremos guindados à competição sul-americana de 2014, exceção feita à Copa Sul-Americana que pode pintar uma vaga e estaria de ótimo tamanho para uma campanha tão pífia.

5. Resumo da ópera: sem nada além no horizonte de que o Paulistão, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro de 2014 e sem a faca do rebaixamento no pescoço, é hora do time arrumar a casa.

É preciso uma mudança que vá além do novo estádio que receberemos em poucas semanas. Tem que ver aquilo que não vale a pena e jogar fora. Separar o material que precisa ser reanalisado para ver se servirá a alguma coisa no futuro e só guardar e preservar aquilo que, efetivamente, for bom para o time.

E o Sport Club Corinthians Paulista precisará, em 2014, ser mais do que foi em 2013, ainda que fechemos o ano com mais um Paulistão e a inédita Recopa.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)