WhatsApp
(11) 987-135-444

7 de novembro de 2013

CCM Iamspe se reúne com Superintendência para discutir Bebedouro

Por iniciativa da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual), houve uma reunião nessa quarta (6), na superintendência do órgão, para discutir problemas com o convênio médico entre o Instituto e o Hospital da Unimed que atende os servidores públicos, agregados e dependentes do Iamspe.

Participaram da reunião Latif Abrão Júnior, superintendente do Instituto; Roberto Augusto Baviera, chefe de gabinete; Wagner Luiz Mourão Magosso, diretor do Departamento de Convênios (Decam); Sylvio Micelli, presidente estadual da CCM Iamspe (Assetj); José Luiz Moreno Prado Leite (Apeoesp), 1º vice-presidente da CCM; Marcus Vinícius Seixas (CPP), presidente da Comissão Municipal de Bebedouro; Célio Geraldo Almeida (DER), presidente da Comissão Regional de Barretos e do professor Paulo César dos Santos Alves, coordenador do Sindicato Apeoesp e ex-vereador da cidade.

A reunião começou com um breve resumo feito pelo presidente da CCM, Sylvio Micelli ao relatar que há uns três meses, aproximadamente, começou a receber informações do representante da CCM em Bebedouro que o hospital estaria querendo suspender o atendimento do contrato, cuja vigência é até 31 de dezembro de 2014.

A CCM realizou uma audiência pública na cidade, no mês de setembro, que contou com a presença de Omar Dietrich, administrador do hospital, que reclamou o aumento no valor dos procedimentos que, para ele, são baixos e inviáveis para a manutenção do convênio. Dietrich também pleiteou o pagamento de valores que ficam no chamado "extra-teto", quando o hospital ultrapassa os limites contratados junto ao Iamspe.

O chefe de gabinente do Iamspe, Roberto Baviera, fez relato da recente visita do prefeito municipal Fernando Galvão e do diretor do Departamento de Saúde, Eurico Medeiros Júnior. O diretor do Decam, Wagner Magosso alegou que não houve nenhuma formalização por parte do hospital com as reclamações apresentadas

Marcus Vinícius Seixas apresentou documentos e matérias nos jornais da cidade, sobre todas as discussões. Alegou que os servidores da cidade estão preocupados, mas que lutarão para manter o convênio até as últimas consequências.

O superintendende do Iamspe alegou que o contrato deve ser cumprido. Disse, também, que a tabela de procedimentos, cujos valores foram atualizados recentemente, é pública, está a disposição de todos e não pode ser alterada para atender a uma entidade em especial. Segundo ele, são mais de 3 mil médicos e cerca de 120 hospitais em todo o estado que são conveniados.

Latif Abrão Júnior acredita que o cancelamento unilateral do convênio em Bebedouro, pelo Hospital da Unimed, deve ser por outros interesses comerciais, tendo em vista que o prestador não apresentou nenhuma proposta concreta para ser analisada pela administração.

Informou a CCM Iamspe


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)