WhatsApp
(11) 987-135-444

27 de agosto de 2013

O Corinthians e sua incrível má vontade

por Sylvio Micelli

Nesta quarta, 28 de agosto, o Sport Club Corinthians Paulista que tanto amamos, tem uma importante decisão. Não é o Boca Juniors, o Chelsea, o Santos ou o São Paulo, quatro equipes contra as quais vencemos nossos últimos campeonatos num brevíssimo período de um ano.

O adversário é o simpático Luverdense, até então desconhecido no futebol nacional e que ganhou páginas internacionais por ter derrotado o atual campeão mundial. O Luverdense está na dele. Tem um time ajeitadinho e não venderá fácil uma derrota por dois gols, diferença que precisamos para caminhar na Copa do Brasil. E que não tomemos nenhum gol...

Eu sei que o gol do Luverdense foi irregular. Eu sei que a expulsão de Emerson foi exagerada e cômoda para o árbitro. Também sei que o campo do time matogrossense era horrível, mas nada disso explica a ruindade do futebol praticado pelo Corinthians. Tudo isso poderia ter acontecido: o gol de mão, a expulsão e o campo. Mas o Timão deveria ter vencido, sei lá, por uns 3 a 1.

O Corinthians não jogou mal contra o Luverdense. O sinal vermelho foi apertado nesta partida isolada, porque a diferença entre as equipes é abissal. Mas o alvinegro mais querido, que no próximo domingo completa o seu 103º aniversário, tem deixado a desejar na bola e preferido frequentar mais as páginas de fofocas ou policiais, no caso de torcedores estúpidos que deveriam ser banidos do futebol.


2012 X 2013

A coisa não deveria estar assim, meio complicada. O Corinthians venceu dois títulos neste ano, contra Santos (Paulistão) e contra o São Paulo (Recopa Sulamericana). Está hoje na 5ª posição do campeonato brasileiro, cinco pontos atrás do líder. É até uma diferença que dá para tirar, faltando ainda 22 rodadas. Tem plenas condições de bater o Luverdense e seguir firme na Copa do Brasil.

Excelente defesa. Apenas sete gols sofridos. A segunda defesa menos vazada é a do líder Cruzeiro, com exatamente o dobro.

Mas os outros números comprometem. Os problemas começam com muitos empates (são 8 em 16), ou seja, metade dos jogos (idem ao Internacional) e pouquíssimos gols marcados. Foram 15, apenas, igual às campanhas medianas de Bahia e Atlético Mineiro e igual à campanha pavorosa do São Paulo. Pior que nós, só o lanterna Náutico com 8 gols. E não custa lembrar que em 2007, quando fomos rebaixados, tínhamos empates demais.

Isso dá para inferir que, apesar de algumas pixotadas de Cássio e de Paulo André, a defesa do time vai bem. O problema está do meio para frente. O Timão sente a falta de Paulinho. Ibson é ruim e Renato Augusto que é acima da média, frequenta mais o departamento médico que o centro de treinamento. E o nosso ataque está na seca: Emerson busca encrencas dentro e fora de campo, Guerrero tenta as poucas bolas que chegam, sem muito êxito e Alexandre Pato que marca alguns gols, perde o dobro em tentos inacreditáveis.

O time está de mal humor, com má vontade, sem garra, sem tesão. Será cansaço por ter ganho tudo de 2011 para cá... Brasileiro, Libertadores, Mundial, Paulista, Recopa... Será que foi a eliminação roubada e doída na Libertadores? Mas já vinha jogando nas coxas, antes... Fadiga do material? Cansaço do Tite, que mexe, mexe, mexe e nada muda?

Ano passado, quando eles entravam em campo, a gente sabia que ia vencer. De 1 a 0, que fosse, mas com sangue nos olhos, faca nos dentes e com o peito estufado. Foi assim contra o Vasco na Libertadores, foi assim contra o Chelsea no Mundial... No fundo nós, corinthianos, sabíamos que a Libertadores seria nossa. E que o Chelsea iria pastar, como efetivamente pastou.

Hoje é o retrato de um time sem alma, sem vibração, sem vontade. Um time que, quando joga, o faz por 15 minutos como contra o Vasco na rodada do final de semana e depois cozinha o jogo como se já estivesse ganho.

Enfim, amigos... perder e ser eliminado pelo Luverdense, que tem um cheiro de Tolima no ar, não será o fim do mundo, mas poderá ser a porta do abismo.

Quem viver, verá.

E vaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai, Corinthians. Ganha hoje... Só hoje... De uns 5 a 0 para espantar qualquer asa de ema, porque quem gosta de ASA é o timeco do chiqueiro!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)