WhatsApp
(11) 987-135-444

28 de julho de 2013

Diário de Viagem - Parte II - Os preparativos

por Sylvio Micelli

ATENÇÃO: SE VOCÊ PERDEU ALGUM CAPÍTULO DESTA VIAGEM, CLIQUE AQUI 

Como relatei no capítulo anterior, levou um tempo entre a compra das passagens e a preparação para a viagem propriamente dita. O motivo, claro: foram sete meses entre a aquisição dos bilhetes (coisa antiga, bilhete, né?) e o dia 13 de maio, quando sairia de Cumbica rumo a Heathrow.

Minha esposa começou a visitar sites sobre Londres e mandava-me por e-mail coisas interessantes que ela via. Eu, nessa louca vida de jornalista, pouco procurei (exceto nos últimos dias) e ía reservando os arquivos para posterior leitura.

Meus pensamentos sobre Londres eram meio óbvios. Abbey Road, claro; Big Ben, Rio Tâmisa, Palácios, ou seja, aquele roteirão sightseeing que toda grande cidade com apelos turísticos tem. E procurar meus amados discos de vinil, numa terra "santa" para roqueiros.

Mas os meus preparativos de fato foram outros.

Viajar é algo comum na minha vida profissional, tanto de carro, como de avião. Avião, por sinal, já esteve mais presente no meu dia-a-dia. Não é algo que me incomode. Claro que não entro numa aeronave, com a mesma tranquilidade com a qual escrevo minhas bobagens, mas não sou neurótico com isso.

Algo, porém, deixava-me ensimesmado. Primeiro: jamais havia saído da América. Os pontos mais distantes para os quais viajei foram Fortaleza, no querido Ceará e a amada Buenos Aires, capital argentina. E aquelas onze horas de viagem, suspenso no nada, como se fosse um pássaro (olha a dica da música aí...) realmente traziam um desconforto, digamos, psicológico.

Sou como o Woody Allen: não tenho medo da morte. Só não quero estar lá, quando ela chegar. Saca?

Nos trinta dias que antecederam a viagem comecei a fazer coisas que mais gostava. Sabe? Como ir àquele restaurante ou naquele bar que você não vai há anos? Conversar com amigos? Ficar ainda mais tempo com os filhos? Nada disso fiz em tom de despedida. Mas, vai saber? Vai que de repente alguma coisa desse errado.

Então... no mês que antecedeu a viagem, entre passaportes, visitas a sites, planejamentos diversos, análise sobre o câmbio do dia, eu cultivei um pouco mais as minhas raízes. E acho que isso não me fez uma pessoa melhor, mas deu-me uma tranquilidade para prosseguir.

*************************************************

Um outro fator importante foi a mudança de roteiro. Nossa ideia inicial era Londres, apenas. Aliás... Inglaterra. Estavam previstas escapadas a Liverpool e Manchester, por motivos musicais mais que concretos. Mas aí resolvemos agregar valor, sem nenhum demérito para as duas cidades que eu amo mesmo sem (ainda) não conhecer. Naquela base do "já que iríamos para a Europa" por que não vamos a Paris? E Bruxelas? E Amsterdam? E assim, aconteceu. Uma viagem a um país virou quatro o que, certamente, trouxe-nos um grande conhecimento, ainda que em poucos dias.

Viajar a outro país requer muitas coisas e, principalmente, planejamento. Geralmente você vai para um lugar desconhecido, nem sempre fala a língua local (ou da forma que eles querem que você fale) e o apoio na Internet é fundamental. Mas tome cuidado com as milhares de dicas e blogs sobre isso. Dicas, muitas vezes, podem ser pessoais e, obviamente, aquilo que serve para outro, talvez não sirva a você.

Deixo como dica quatro sites/blogs que visitei muito e que são bem específicos para os fins a que se propõem. Todos em português. Você terá tempo de sobra para arranhar o seu inglês e descobrir que, realmente, é o idioma universal (mesmo na França...).

Londres - http://mapadelondres.org/
Paris - http://www.vamosparaparis.com/
Bruxelas - http://www.dicaseturismo.com.br/bruxelas-capital-da-europa/
Amsterdam - http://www.ducsamsterdam.net/ [O Daniel Duclos que mantém este blog, por sinal, virou uma espécie de correspondente meu na terra da tulipa. Sempre que tenho dúvidas, pergunto e ele gentilmente, as esclarece.]

*************************************************

Sobre pássaros (para voos de longas distâncias)

Sim, claro. Beatles... The Fab Four... Não há como falar em música, Londres, Reino Unido e não citá-los. Gostem ou não (deve haver quem não goste...), eles são revolucionários, são um divisor de águas. São o AM e o PM do relógio. São o AC e DC da era cristã. Eles, enfim, são. E após este verbo, nada poderia quantificar sua importância para o rock, para a música, para os usos e costumes de sua geração e de todas as vindouras. Preferência? Até posso, por gosto pessoal, ser mais chegado à ginga dos Stones. Mas Beatles está acima do bem e do mal, num patamar fora da compreensão humana. E não se fala mais nisso.

Nossa segunda música é "Free as a Bird". E a história é curiosa. Ela foi escrita por John Lennon, num cassete perdido de 1977. Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr finalizaram a música dezessete anos depois, que foi lançada oficialmente em 4 de novembro de 1995, como parte da promoção para o lançamento de "The Beatles Anthology". O vídeo é histórico. Produzido por Vincent Joliet e dirigido por Joe Pytka, apresenta um pássaro em voo, que "visita" mais de 80 referências explícitas à carreira dos "rapazes de Liverpool".

Viaje! E até a próxima.

Free as a bird, 
it's the next best thing to be. 
Free as a bird. 

Home, home and dry, 
like a homing bird I'll fly 
as a bird on wings. 

Whatever happened to 
the lives that we once knew? 
Can we really live without each other? 

Where did we lose the touch 
that seemed to mean so much? 
It always made me feel so... 

Free as a bird, 
like the next best thing to be. 
Free as a bird. 



Home, home and dry, 
like a homing bird I'll fly 
as a bird on wings. 

Whatever happened to 
the life that we once knew? 
Always made me feel so free. 

Free as a bird. 
It's the next best thing to be. 
Free as a bird. 
Free as a bird. 
Free as a bird.

Writer: JOHN LENNON, THE BEATLES
Lyrics © Universal Music Publishing Group, EMI Music Publishing

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)