WhatsApp
(11) 987-135-444

19 de junho de 2013

Copa das Confederações: rodada inaugural sem surpresas

por Sylvio Micelli

Neymar: gol inaugural desmontou
defesa japonesa - Getty Images
Começou, enfim, a Copa dos Confederações, que é o famoso "teste" que a Fifa realiza a um ano da Copa do Mundo.

Para quem imaginava ou torcia para alguma zebra ou resultado diferente, a primeira rodada cumpriu rigorosamente com a obviedade do certame.

No sábado (15), na abertura do evento, o Brasil venceu o Japão num clássico 3 a 0, em partida disputada em Brasília. O gol de Neymar, logo no início do jogo, matou a ideia japonesa de jogar na defesa e explorar os contra-ataques de seus jogadores velozes de frente. Paulinho, também com um gol no início da segunda etapa e Jô, já nos acréscimos, deram números finais à partida.

Pirlo, Il vecchio signor: golaço
e maestria com a Itália - Getty Images
No domingo (16) tivemos dois jogos. Pelo grupo do Brasil, Itália e México encontraram-se no Maracanã. Pelo que vi foi o melhor jogo desta primeira rodada. A partida poderia ter sido vencida por quaisquer das equipes, que estaria de bom tamanho. Deu Itália, graças a um golaço de falta do veterano Andrea Pirlo, que jogou muito, e de um gol de Balotelli num famoso agarra-agarra que todo mundo faz falta, mas o juiz não marca para ninguém. Os mexicanos descontaram com Chicharito numa cobrança de pênalti.

Ainda no domingo, no Recife, tivemos um jogo pelo grupo B. A Espanha venceu o Uruguai por 2 a 1. Observando-se apenas o resultado, parece ter sido uma partida equilibrada. Mas não foi. A Espanha foi superior durante os 90 minutos e mostrou a clássica e irritante posse de bola que, a exemplo do Barcelona, não deixa o adversário jogar. Como fez 2 a 0 ainda no primeiro tempo com Pedro e Soldado, a atual seleção campeã do mundo cozinhou o Uruguai o resto do jogo. Luis Sanches diminuiu para os uruguaios no final da partida, mas o resultado já estava definido.

Tehau (abraçado pelos colegas) não irá
à Copa do Mundo, mas fica na história
ao marcar o primeiro gol do Taiti - Getty Images
Na segunda-feira (17), para encerrar o grupo B, a Nigéria foi dar um passeio em Belo Horizonte. Teve como companhia a fraquíssima seleção do Taiti que emocionou os 20 mil torcedores presentes ao Mineirão ao marcar um gol histórico para o país numa Copa das Confederações. No mais, os nigerianos não tiveram nenhum problema e venceram por 6 a 1 com três gols de Oduamadi, que é o artilheiro da competição.


Atacantes deixam sua marca

Os jogadores candidatos à destaque da competição não decepcionaram. Neymar (Brasil), Balotelli (Itália), Chicharito (México) e Pedro (Espanha) deram o ar da graça já na primeira rodada. Vamos ver como esta disputa em paralelo permanece. Destaque, ainda, para Pirlo (Itália) e Iniesta (Espanha) e jogaram tudo e mais um pouco e também para o meio-campista Oduamadi (Nigéria), que fez três gols contra o Taití.


Soldado, observado por Iniesta
comemora gol contra o Uruguai - Getty Images
A segunda rodada

Começa nesta quarta (19) com Brasil em campo. Enfrentaremos o México em Fortaleza, às 4 da tarde. À noite, no Recife, jogam Itália e Japão. Vitórias brasileira e italiana já classificam as duas equipes para a próxima fase.

Na quinta (20), a Espanha vai ao Maracanã treinar contra o Taití, às 4 da tarde e às 7, Uruguai e Nigéria devem fazer um bom jogo. Os uruguaios precisam da vitória se quiserem manter a esperança de classificação na competição. A partida ocorre em Salvador.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)