WhatsApp
(11) 987-135-444

9 de maio de 2013

A derrocada do São Paulo Futebol Clube

Em foto de Bruno Catini, Ronaldo Gaúcho e Jô comemoram um dos gols do Galo

por Sylvio Micelli

Ok. Sou corinthiano. Mas paixões a parte, a vitória do Galo por 4 a 1 (poderia ter sido maior) já era para ter ocorrido na primeira fase. Realmente, como disse o Ronaldinho Gaúcho, aquele último jogo da fase de classificação, entre São Paulo e Atlético Mineiro, foi um treino de luxo.

E o São Paulo, por sua soberba, merece o resultado desastroso e humilhante de ontem.

Tem que limpar o clube de Juvenal Juvêncio, suas bebedeiras e sua trupe.

Ney Franco não serve para treinar jogadores profissionais. Serve, como sempre serviu, para descobrir novos talentos.

Luís Fabiano é um ex-atleta em atividade.

Paulo Henrique Ganso é 95% marketing e 5% atleta.

Lúcio, ainda que expulso, não é o único culpado.

E Rogério Ceni deve se aposentar, se não quiser por seu nome na lama. O gol que ele tomou do Tardelli foi um caso clássico de presbiopia... a popular "vista cansada", que acontece com a turma acima dos 40.

Em que pese ser corinthiano, devo valorizar o São Paulo dos anos 90, que muito inovou em qualidade de treinamento e no trato com os atletas.

Parou no tempo.

E se não abrir o olho, tome cuidado com a série A que começa em três semanas.

Por fim, Jô, que nasceu lá no "terrão" do Corinthians, com seu hat-trick prova aos críticos que pode sim, buscar uma vaga na Copa de 2014.

9 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)