WhatsApp
(11) 987-135-444

21 de fevereiro de 2013

Mesmo sem fôlego, Corinthians consegue empate na estreia da Libertadores


por Sylvio Micelli

O amado Sport Club Corinthians Paulista fez sua estreia pela Copa Bridgestone Libertadores. Na noite dessa quarta (20), jogando na altitude de quase 3.800 metros, o Timão empatou com o Club Deportivo San José em 1 a 1. O resultado poderia ter sido melhor se a equipe, principalmente por meio de Emerson Sheik, não tivesse desperdiçado tantas oportunidades. O resultado também poderia ter sido pior. Sentido os efeitos da altitude, principalmente no segundo tempo, o Corinthians ficou sem oxigênio nos últimos 20 minutos, segurando-se como deu.

Importante destacar que, com o resultado, o Timão completa 15 partidas invictas pela Libertadores da América.


O jogo

Guerrero é abraçado por Sheik (de costas) e Ralf
no primeiro gol do Corinthians na Libertadores 2013
A
FP PHOTO/Aizar Raldes
O Timão deu indícios de que mostraria sua força, logo no começo da partida. Com menos de um minuto, Paolo Guerreiro roubou a bola da zaga boliviana e chutou, Emerson dividiu a bola com o goleiro. Aos 5 minutos, o Timão abriu o marcador. Fábio Santos fez jogada pela esqueda e cruzou, Guerrero, sem deixar a pelota cair mandou para o gol. Timão 1 a 0.

Três minutos depois, o Corinthians poderia ter ampliado. Jorge Henrique cruzou a bola e Paulinho apareceu sozinho, bateu forte e Lampe fez importante defesa.

Aos 24 minutos, aconteceu a primeira chance real do time boliviano. O experiente Saucedo, jogador da seleção de seu país, limpou a zaga e bateu forte para a boa defesa de Cássio. Aos 38 anos, outra grande defesa do arqueiro corinthiano, que no reflexo defendeu um toque de calcanhar de Palacios, após cruzamento de Marcelo Gomez.

Na volta do intervalo e com um pouco mais de gás, o Corinthians voltou a pressionar o San José e Emerson perdeu três oportunidades de ouro para matar o jogo. Aos 8 minutos, Fábio Santos cruzou e Sheik, sozinho na área, cabeceou para fora.

Aos 15 minutos, o San José empatou. No cruzamento de Garcia, Saucedo se antecipou a Fábio Santos e bateu no contrapé de Cássio, sem chance para o goleiro corinthiano: 1 a 1.

Cinco minutos depois, Renato Augusto tocou para o meio da área. Sheik, novamente sozinho, bateu na trave, um gol praticamente certo. E no minuto seguinte, Guerrero ajeitou para Emerson que, na entrada da área, isolou a bola.

O San José teve a grande chance da virada aos 23 minutos. Após cruzamento da esquerda, Saucedo arrumou para Marcelo Gomez cabecear com força. A bola passou rente à trave corinthiana.

Daí para o final, o jogo foi se arrastando. O San José estava feliz com o resultado e o Corinthians sem ar para tentar qualquer coisa diferente.


Luto

Um torcedor boliviano faleceu durante o jogo. O jovem, de 14 anos, teria sido atingido por um sinalizador da torcida do Corinthians, lançado após a comemoração do primeiro gol do time. É um fato a se lamentar porque, depois do comportamento exemplar dos torcedores no Japão, esse trágico acidente acontece na Bolívia. Corretamente, a diretoria do Corinthians já fez menção à tragédia em seu site, colocando-se à disposição das autoridades. Mais do que isso, é preciso que se regulamente o uso de artefatos pirotécnicos nos estádios de futebol para que incidentes trágicos como esse, não mais se repitam.


Estatísticas

Confrontos: 1 - CORINTHIANS 0 V - 1 E - SAN JOSÉ 0 V - GOLS: 1 X 1
No Jesús Bermúdez: 1 - CORINTHIANS 0 V - 1 E - SAN JOSÉ 0 V - GOLS: 1 X 1


O próximo

Pela Libertadores, o Timão volta a campo na quarta, dia 27, contra o Millonarios da Colômbia no lotadíssimo Pacaembu.


Classificação

CORINTHIANS - 2º - 1 J - 0 V - 1 E - 0 D - 1 GP - 1 GC
Goleador (es): Guerrero (1)


FICHA TÉCNICA


SAN JOSÉ 1 X 1 CORINTHIANS

Competição: Copa Bridgestone Libertadores 2013
Rodada: 1ª da Primeira Fase
Local: Estádio Jesús Bermúdez, em Oruro (BOL)
Data: 20 de fevereiro de 2013, quarta
Horário: 22 horas (de Brasília)

Árbitro: Carlos Vera (Equador)
Assistentes: Christian Lescano e Byron Romero (ambos do Equador)

Cartões amarelos: Guerrero, Cássio e Ralf (Corinthians); Tordoya (San José)

Gols: SAN JOSÉ: Saucedo, aos 15 minutos do segundo tempo; CORINTHIANS: Guerrero, aos 5 minutos do primeiro tempo

SAN JOSÉ: Lampe; Tordoya, Luis Torrico e Palacios; Dury (García), Didi Torrico, Carrizo (Sejas), Reyes e Gomes (Bonafina); Saucedo e Cabrera
Técnico: Marcos Ferrufino

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André (Felipe) e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Jorge Henrique (Renato Augusto) e Danilo; Emerson (Alexandre Pato) e Guerrero
Técnico: Tite

Ficha Técnica by Gazeta Esportiva.Net

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)