WhatsApp
(11) 987-135-444

4 de janeiro de 2013

Alexandre Pato no Corinthians: o jogador e a estrategia de marketing

Reprodução Facebook BrahmaTimão
por Sylvio Micelli

Enfim, está tudo certo. Alexandre Pato sairá do Milan e virá para o Sport Club Corinthians Paulista. Salvo engano ou caso alguma coisa esteja guardada a sete chaves, deve ser a mais importante transação do futebol brasileiro neste início de temporada, com um calendário que, mais uma vez, não está sincronizado com o futebol europeu. O Milan não queria Pato. Pato quis o Corinthians que o aceitou para internacionalizar, ainda mais, sua marca.

Sob a ótica do marketing, Alexandre Pato será importante para o Corinthians. Camisas com seu nome, ainda mais exposição na mídia nacional e a ampliação do leque de possibilidades no futebol de hoje, que há muito, é transnacional. Como produto, o atacante é fácil de vender, cai no gosto da rapaziada que gosta de bola e, por que não, cai no gosto das moçoilas ouriçadas por seus cabelos cacheados.

Futebol, porém, é uma outra história. Não o acho um bom jogador. Ele é 20% bola e 80% marketing. Faz parte de uma safra de jogadores ladeados por empresários que fazem um nome forte que, geralmente, a bola não condiz com a fama. A mídia catapulta esses nomes ao estrelato, todos ganham uma baita grana e cria-se um mito que não joga tanto assim pelo nome que tem. Não a toa, apenas para ratificar minha opinião, que Messi e Cristiano Ronaldo tem disputado, ano a ano, a Bola de Ouro da Fifa. Messi é um iluminado, daqueles caras que surgem a cada cem anos. Cristiano Ronaldo é um bom jogador, em que pese a arrogância. O resto, salvo raríssimas exceções como Neymar (apesar da empáfia), é ídolo com pé-de-barro.

Pato, hoje, precisa mais do Corinthians do que o vice, versa. Ano que vem tem Copa em casa e será bom para ele estar numa das mais importantes vitrines do futebol brasileiro e mundial.

Seja bem-vindo, Pato. Que você queime minha língua. Que faça três gols numa final sonhada contra o Barcelona e que sejamos campeões mundiais novamente. Que você seja um dos principais nomes da Seleção Brasileira de 2014 e que honre o nome do Sport Club Corinthians Paulista.

Mas saiba que nome e fama, por aqui, não vale nada. O Corinthians está acima do bem e do mal e, por enquanto, fico com os dois pés atrás.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)