WhatsApp
(11) 987-135-444

25 de novembro de 2012

A queda do Palmeiras... reloaded!

Charge de Mário Alberto do Lance!
por Sylvio Micelli

Na condição de torcedor do Sport Club Corinthians Paulista, obviamente que eu ri muito, ainda que distante (estava em Buenos Aires) com a confirmação da queda do Palmeiras para a série B do Campeonato Brasileiro em 2013.

Deixando de lado o torcedor porém, o re-rebaixamento da Sociedade Esportiva Palmeiras é ruim para o futebol de São Paulo e ruim para o futebol brasileiro. É muito triste ver uma equipe tradicional numa situação dessas e que me perdoem outras equipes que caem e voltam de tempos e tempos. Não é a mesma coisa a queda do Atlético de Goiás, do Figueirense e do Palmeiras...

Devo ressaltar aqui, alguns aspectos importantes:

1. O Palmeiras não caiu na 36ª rodada. Ele permaneceu em queda livre em 30 das 36, 37 rodadas. Tem péssimos números. Ou seja... foi caindo aos pedacinhos, agonizando a cada rodada e até na mesma rodada, como aconteceu com a mais recente.

2. Já rebaixado, o Palmeiras jogando hoje diante de sua torcida e com jogadores que são a esperança do retorno no ano que vem, foi derrotado pelo Atlético de Goiás, pior equipe da competição e que foi a primeira a cair. Ou seja, já começa mal uma antecipação de como será a disputa da série B.

3. Com a queda confirmada, o Palmeiras iniciará uma caça às bruxas e o principal problema da equipe continua sendo sua diretoria. Como que um time é rebaixado e seu presidente aparece na praia no dia seguinte? Ainda que a pessoa física tenha seus direitos, a pessoa jurídica tem suas responsabilidades. Tirone errou feio, mais uma vez. E começa mal o planejamento de um time que viverá entre o céu (Libertadores) e o inferno (série B) no ano que vem.

4. Claro que torcedor comenta o que quer, mas o torcedor palmeirense foi diretamente responsável pela queda. Pouco apoiou a equipe, entrou no oba-oba da conquista da Copa do Brasil e ainda colaborou com a perda do mando dos jogos (pela violência no jogo contra o Corinthians) e isso foi fatal para a inevitável derrocada do clube.

5. O pior é que o Palmeiras já começa a Série B em apuros. Ainda nessa semana, o clube foi julgado por fortes agressões de torcedores a policiais em Araraquara. Como miséria pouca é bobagem, o time foi punido com a perda de quatro mandos no início da série B ano que vem... São 12 pontos que serão disputados fora de seus domínios e que podem definir muita coisa.

6. Retornar à série A no ano de seu centenário e no ano de Copa do Mundo, não será fácil. Passados 10 anos, a série B que o Palmeiras visitou em 2003, está muito diferente. As equipes do segundo escalão do futebol brasileiro também tem se profissionalizado cada vez mais. Isso equivale dizer que, se a mentalidade que gere o Palmeiras hoje, permanecer tacanha, corre-se um risco claro de vermos o Palmeiras permanecer na segunda divisão do futebol brasileiro em 2014.

7. Diferentemente do Corinthians que caiu em 2007, o Palmeiras pouco aprendeu com sua queda cinco anos antes. Depois do "título da série B", o clube limitou-se a conquistar um Campeonato Paulista (2008) e a Copa do Brasil deste ano. É muito pouco. Foram muitas contratações e boa parte delas, errada.

8. Infelizmente, o Palmeiras tem vivido do passado. Pouca coisa ganhou após a parceria com a Parmalat e ainda sonha com uma Academia que não existe mais. Paga também o preço de ter entrado na fuzarca promovida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), ao unificar títulos nacionais que são absolutamente diferentes.

No mais, em 29 de setembro e em 16 de setembro já havia escrito os porquês de que o Palmeiras iria, efetivamente, cair.

Não foi por falta de avisar...

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)