WhatsApp
(11) 987-135-444

6 de maio de 2012

Juventus consegue acesso à série A2 do Paulistão. Graças ao Marília...

Do site do Clube Atlético Juventus
por Sylvio Micelli

Na última quarta (2), o Clube Atlético Juventus, jogando na Rua Javari, tinha tudo em suas mãos. Vencia o Guaçuano por 2 a 1 e estava a garantir não apenas o acesso à série A2, mas a vaga para a final da série A3 do Campeonato Paulista. Um gol do Mandí, já nos acréscimos, empatou a partida e jogou elevadas doses de emoção para este domingo.

Neste domingo (6), jogando em Osasco, o Moleque Travesso foi derrotado por 3 a 1, de virada. Pior que isso: jogou uma partida muito ruim e o acesso só foi garantido porque no outro jogo do grupo, o Guaçuano, mesmo jogando em casa, apenas empatou com o Marília já desclassificado por 2 a 2. Assim, Juventus e Guaçuano terminaram a fase com os mesmos 9 pontos. O time da Mooca levou vantagem no saldo de gols (2 a 0) em relação à equipe do Interior.


O jogo

Diante de sua torcida, o Grêmio Osasco partiu para a decisão. Só a vitória interessava à equipe da Grande São Paulo, que havia goleado o Marília (4 a 0) na rodada anterior. Assim, o volume de jogo do Osasco foi maior do que o Juventus ao longo de toda a partida.

O Moleque, porém, saiu na frente. Numa jogada rápida, o volante Rogério (ex-Pameiras e Corinthians, o mesmo das pedaladas do Robinho) fez pênalti em Thiaguinho. O bom lateral direito Tony bateu e fez 1 a 0 para o Juventus que, com o resultado, garantia o acesso e se classificava para a final. Enquanto isso, o Guaçuano também batia o Marília por 1 a 0.

No final do primeiro tempo, numa boa jogada em equipe, o Osasco chegou ao empate com Mineiro.

No início da etapa final, o Osasco começou pressionando e com menos de um minuto, o goleiro juventino Túlio já havia operado um milagre.

A virada do Osasco não tardou. Numa cobrança de falta perto da área o jogador Éder só desviou levemente de cabeça para fazer 2 a 1 aos 14 minutos. O Moleque sentiu o gol e logo em seguida, aos 23, tomaria o terceiro numa falha grotesca do zagueiro Fabão que recuou a bola para o goleiro e o jogador Dedé aproveitou para fazer 3 a 1.

Milagrosamente, em Mogi Guaçu, o Marília empatava e depois virava o jogo.

Terminado o jogo em Osasco, o Moleque ainda teve de esperar cerca de oito minutos para comemorar o acesso. O Guaçuano chegou a empatar a partida nos acréscimos, mas foi em vão. O resultado foi o suficiente para garantir o acesso do Juventus para a série A2 em 2013.

A final será disputada entre Rio Branco e Grêmio Osasco, com vantagem para a equipe do Interior que fez a melhor campanha nas duas fases da competição.


Juventus precisa de investimento e atletas

A classificação milagrosa do Juventus para a A2 no ano que vem é prova de que o clube precisa de jogadores, investimento, patrocínio. A manter o atual elenco, o Juventus vai ser rebaixado novamente no ano que vem. Para garantir o merecido acesso à série A1 em 2014, a diretoria juventina deve começar a pensar agora. Apesar do acesso ora conquistado, o Juventus mostrou uma campanha irregular na primeira fase, classificando-se na última rodada com uma goleada sobre o Capivariano e graças a uma combinação de resultados.

E hoje, o Marília pôs o Juventus na A2 de 2013.

Pela história e tradição, o Moleque não pode depender apenas de milagres.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)