WhatsApp
(11) 987-135-444

19 de maio de 2012

Em jogo fraco, Cech e Drogba dão título ao Chelsea

Os salvadores do time inglês - Foto: Reuters
por Sylvio Micelli

Depois de 120 minutos, mais penalidades, sem glamour, sem arte, sem cor como já escrevi e era imaginado. Foi na base da força, da garra às vezes mascada, que o Chelsea sagrou-se campeão, numa partida chata contra o Bayern, que marcou a final da UEFA Champions League no Allianz Arena em Munique neste sábado.

O jogo em si foi modorrento, com poucas chances de gol, forte marcação de ambos os lados, principalmente por parte do clube inglês, e sem atacantes competentes leia-se Messi e Cristiano Ronaldo para "quebrar" as respectivas zagas.

Mas... O Chelsea conquista seu primeiro título na competição graças aos seus dois principais jogadores que na hora H destacaram-se num jogo de iguais.

Petr Cech defendeu um pênalti de Robben, durante o primeiro tempo da prorrogação. Voltou a defender um pênalti de Olic nas cobranças capitais e contou com a ajuda da trave no chute do gigante Schweinsteiger.

Drogba pouco chutou. Mas "só" fez o gol de empate a dois minutos do fim do jogo, depois de Müller ter aberto a contagem para os alemães cinco minutos antes, e com enorme categoria converteu o pênalti redentor.

No final, Chelsea 4 [David Luiz, Lampard, Ashley Cole e Drogba] a 3 [Lahm, Mario Gómez e Neuer] nos pênaltis, depois de 1 a 1 no tempo normal e mais 0 a 0 na prorrogação.

Pela primeira vez o clube inglês sagra-se campeão do torneio continental e disputará o Mundial da Fifa em dezembro no Japão.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)