WhatsApp
(11) 987-135-444

29 de abril de 2012

Julio Cesar não enfrenta o Emelec. Mas será ele o único problema do Corinthians?

por Sylvio Micelli

O técnico Tite do Corinthians informou na semana passada que o goleiro Julio Cesar, cujas falhas foram decisivas na eliminação do Campeonato Paulista no jogo contra a Ponte Preta, não jogará contra o Emelec pela primeira partida das oitavas de final da Copa Santander Libertadores. O jogo acontece no próximo dia 2 de maio, na cidade de Guayaquil no Equador.

Que Julio Cesar deve ser afastado, não tenho dúvidas. Até para ser preservado, é o melhor que se tem a fazer no momento. Mas é uma decisão arriscada. Danilo Fernandes e Cássio ainda são incógnitas e ainda que tenham tido boas atuações, elas não ocorreram em jogos decisivos. Uma coisa é você jogar com metade ou a totalidade do time reserva, sem grandes responsabilidades. Outra coisa é na hora da onça beber água.

A questão é: será Julio Cesar o único culpado pela eliminação da equipe que liderou o Campeonato Paulista?

Fazendo uma análise do comportamento do time ao longo do Paulistão e mesmo na primeira fase da Libertadores, eu faço a seguinte avaliação:

a) Goleiro: Julio falhou contra a Ponte Preta, como já falhou em outros momentos decisivos (Santos - 2011, Goiás - 2010. É um arqueiro de baixa estatura e o Corinthians precisa de um goleiro melhor. Ano passado tentou-se o Renan, que afundou o time nos poucos jogos que atuou. Danilo Fernandes e Cássio estão à altura de Dida ou Ronaldo? Não. A solução é aguardar ou buscar um goleiro. O mercado brasileiro está numa entressafra e os goleiros estão abaixo da média. Tanto é que o mediano Rafael do Santos é cotado para a seleção brasileira olímpica em Londres. Gostei muito do Corona que defende o Cruz Azul, mas não acredito que o Corinthians pense em buscar um goleiro fora dos três que já tem. Sendo assim, oremos.

b) Defesa: o grande destaque do time até aqui foi Edenilson, que iniciou como reserva no meio de campo e foi parar como titular na lateral direita. Ressalte-se, aqui, o dedo de Tite na invenção que deu certo. Ele é superior ao Alessandro e ao Welder e tem sido de fundamental importância no esquema do treinador. Chicão e Leandro Castán não comprometem e Fábio Santos está um grau abaixo na defesa. Eu ainda optaria por Ramón na lateral esquerda ou ousaria trazendo o bom Denner que se destacou na Copa São Paulo de Juniores.

c) Meio de Campo: Ralf e Paulinho são unanimidades e jogadores de seleção. Ralf, ainda, tem ajudado muito o treinador quando precisa tirar um da zaga para colocar mais um atacante. Ele faz bem as duas funções. Paulinho tem rendido menos do que no ano passado, mas ainda assim, é um senhor jogador. Seus dois companheiros, até aqui, não são fixos. Ora tem Danilo, que se destaca na Libertadores, mas que se apagou no Paulistão; ora tem Jorge Henrique que também atua bem em partidas difíceis e clássicos, mas tropeça em jogos tidos como mais fáceis. Alex ainda não "casou" com o Corinthians. Chegou a ter muitas oportunidades, mas não soube aproveitá-las e o retorno de Douglas, até aqui, foi uma decepção.

d) Ataque:
um grande problema. O time tem sentido falta de um centro-avante matador e Liédson, há muito tempo, tem deixado a desejar. Se eu fosse Tite, também o preservaria. Adotaria um esquema com o Willian, sempre lutador, enfiado na frente, com Emerson completando o time. Sheik é sempre aguerrido, batalhador e se tiver que catimbar, seu lado carioquês faz isso melhor do que ninguém.

Então a história é a seguinte: preservar Julio Cesar no momento é necessário, mas ele não é o único culpado pela derrota no Paulistão.

Meu time para ser campeão da Libertadores? Cássio; Edenilson, Chicão, Leandro Castán e Ramon; Ralf, Paulinho, Danilo e Jorge Henrique; Willian e Émerson.

E que São Jorge esteja de plantão!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)