WhatsApp
(11) 987-135-444

23 de março de 2012

Messi, Barcelona, gols e história


por Sylvio Micelli

Nesta terça, 20 de março, Lionel Messi deu mais um passo para se tornar um jogador imbatível na era moderna do futebol. Tornou-se o maior artilheiro da história do Barcelona com 234 gols em partidas oficiais. E ninguém duvida que em mais quatro anos, pouco mais, pouco menos, ele baterá o recorde absoluto de gols, pertencente a Paulino Alcántara exceto, claro, se algo ocorrer que comprometa sua carreira ou que ele saia do Barcelona, algo também imponderável, ao menos a curto e médio prazos.

De quebra, Messi tornou-se o maior artilheiro da história do futebol espanhol numa só temporada, com 54 gols

Mais que quebrar recordes, é preciso ressaltar que não foram apenas gols. Foram três pinturas contra o Granada, escritas com a fina pena da inteligência que só Lionel Messi tem no futebol de hoje.

Messi faz gols geniais da mesma forma que respira. Ele marca, apenas. Não há forçação de barra nem tampouco a necessidade de estar na mídia por outro motivo que não seja gols.

Não há preocupação com seus cabelos nem pose de rebelde. Não há estratégias de marketing. E ninguém discute se ele ficará ou não no Barcelona. Ele não reclama de jogar dia sim e o outro também. Simplesmente porque há uma relação de cumplicidade entre Messi, a bola e o gol, por meio dos dribles que ele oferta em generosas porções a cada jogo.



Então, meus caros…

Para vocês que dizem que Messi só é o que é, porque está ao lado de grandes jogadores no Barcelona… Aplaudam, ainda que com riso amarelo.

Para vocês que acreditam que Messi não funciona na seleção argentina porque não está ao lado de jogadores à sua altura… Que paradoxo… Dêem graças a Deus porque podemos topar a Argentina na Copa.

Para vocês que acham que os fãs do Messi são “paga-pau”… Trata-se apenas de saber o que é o futebol na sua mais pura essência.

Para vocês que perdem tempo para discutir se esse ou aquele jogador deve ir para a Europa ou não, Messi já é o dono do mundo. Ele está alheio a tudo isso. Ele está acima do bem e acima do mal.

E saibam que Messi, aos 24, já é maior que Diego Armando Maradona aos 24. E dom Diego foi o melhor jogador da história depois de Pelé.

O que vier será lucro para o bem do futebol.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Os textos são de autoria do Jornalista Sylvio Micelli. Publicação autorizada com a citação da fonte. Tecnologia do Blogger.

Labels

Funcionalismo (406) 2013 (344) Jornalismo e Nada Mais (294) Política (168) Assetj (166) Corinthians (159) Fespesp (141) 2014 (127) CNSP (110) Iamspe (89) CCM Iamspe (82) 2015 (23)